sábado, 30 de outubro de 2010

Ser arquiteta no Reino Unido - os pormenores

Há tempos queria escrever esse artigo, por dois motivos: o primeiro é que muita gente (muita meeesmo) me manda email ou me adiciona no Orkut para perguntar a respeito do exercício da profissão no Reino Unido. O segundo é que eu adoraria ter achado um guia me dando mais ou menos a direção do que fazer, para quem se formou no Brasil - eu procurei, mas não encontrei nada. Não sei tudo ainda, estou pesquisando e parece que a cada dia aparece uma coisa nova, mas aqui vai o básico do que é necessário.

Bom, pra começar do começo, o ensino de arquitetura no Reino Unido é dividido em etapas:

A primeira etapa - Parte 1 - é o curso de graduação. Em geral, dura 3 anos de estudo integral. Após essa primeira parte, os alunos geralmente tiram um ano para trabalhar em escritórios, se inteirar da parte prática da profissão.

Em seguida, vem a Parte 2, que é chamado de Diploma em Arquitetura. Alguns mestrados também são equivalentes à Parte 2. Após cursar essa segunda etapa, o candidato a arquiteto - veja bem, você ainda não é arquiteto até esse ponto - deve ter um tempo mínimo de experiência profissional e fazer um curso e o exame da Parte 3, que finalmente confere o uso do título arquiteto.

Ok, agora o que isso tudo tem a ver conosco, arquitetos formados no Brasil que queremos trabalhar aqui? Na verdade, entender como é ensino aqui ajuda a entender o que temos que fazer para nos adequarmos ao sistema. Para chegarmos à Parte 3, precisamos das Partes 1 e 2.

A notícia ruim é que para cada uma das Partes, temos que fazer uma prova. A notícia boa é que, tendo feito o curso no Brasil (no mínimo 5 anos), teoricamente podemos fazer as provas das Partes 1 e 2.

Não posso falar nada a respeito de como é essa prova, porque não fiz ainda, mas pelo que entendo, é uma entrevista, em que você precisa demonstrar os conhecimentos adquiridos durante o curso. Você envia o material de apoio antes, com tudo o que você aprendeu na faculdade, e depois vai lá fazer a entrevista. Não parece complicado, por assim dizer, mas muito trabalhoso. E muito caro também: cada etapa custa, esse ano, £1390.


Estou lendo pela enésima vez os guias da Architects Registration Board (ARB), que contêm informações detalhadas a respeito dos exames. Tenho muita dificuldade de ler coisas longas na tela do computador, estou seriamente tentada a imprimir tudo, para eu poder rabiscar - rabiscar me ajuda a entender! Pra quem quiser dar uma olhada, clique aqui.

E se alguém souber de algo que eu não sei, ou algo que eu não escrevi aqui mas que é importante acrescentar, por favor me avise, nos comentários ou por email - anataylor {at} live.co.uk. E sinto que esse será um assunto recorrente aqui no blog, espero que interesse à alguém! :)

Um comentário:

  1. Jesus! eh bem dificil exercer a profissao de arquitetura ai com a formacao do Brasil... os desafios de ser estrangeira...

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...