terça-feira, 18 de outubro de 2011

O que te inspira?


Nunca pensei em mim mesma como uma pessoa criativa. Muito pelo contrário. Sempre sofri, novela mexicana style, por achar que eu tinha sérios problemas - como uma pessoa tão sem imaginação, lugar comum, clichê como eu quer ser arquiteta, fotógrafa, designer, [insira aqui sua profissão criativa preferida]? Sofri por me achar incapaz. E por muito tempo me acreditei incapaz. E, em parte, ainda me sinto incapaz.

Só que, semana passada, eu levei duas bofetadas, por assim dizer. De gente que não acha que eu sou incapaz, de gente que acha que eu subestimo a minha capacidade. Uma foi do meu marido - que, por um lado, espero que diga coisas para me agradar, mas por outro que me poupe de decepções causadas por entusiasmo excessivo, sendo o segundo mais importante que o primeiro. A outra foi uma amiga, que não ganha nada dizendo que eu sou uma artista (cof cof) sensível e mais talentosa do que eu imagino, a não ser a minha gratidão eterna.

E eles dois me fizeram pensar. Não que eu tenha magicamente passado a acreditar em mim mesma, mas parei para pensar quando foi que eu passei a desacreditar. E comecei a tentar lutar contra essa tendência de me arrastar para o fundo do poço. Veja bem, só faz uma semana, então ainda estou bem mais próxima do fundo do que da saída, mas minha cabeça fervilha de ideias, de coisas que quero fazer, projetos. Estou, aos poucos, me organizando, com a ajuda de amigos queridos que me mandam e-mails inesperados com livros supimpas.

Não sou a pessoa mais organizada do planeta - aliás, acho que eu ganharia fácil uma competição de bagunça -, então estou tendo que fazer um esforço sobrehumano para fazer coisas que, para outras pessoas são simples (como escrever esse post, por exemplo, que comecei pela manhã), mas não estou deixando as coisas inacabadas. Estabeleci um horário de trabalho e, Lily permitting, este é cumprido. Estou desenvolvendo a minha marca, tentando definir a fotógrafa que eu quero ser, e é aí que entra a pergunta: o que te inspira?

Eis a minha lista: minha filha me inspira, minha família, meus amigos queridos, o trabalho de outros fotógrafos me inspira, obras arquitetônicas maravilhosas me inspiram, um dia lindo de céu azul e sol brilhando como hoje me inspira, a visão da pessoa que eu quero ser quando eu crescer me inspira, assim como a pessoa que eu era há 10 anos. 

Aos poucos as coisas vão tomando forma e ainda espero dividir muitas das minhas dúvidas, angustias, sucessos e, se tudo correr como planejado, poucos fracassos aqui no blog. Espero que no fim alguém ainda esteja lendo! :)

3 comentários:

  1. vamos todas viver da criatividade!!! eeehh!

    ResponderExcluir
  2. Ana, você conhece o http://www.stumbleupon.com/? É um site onde você coloca seus interesses e ele vai te mandando uma enxurrada controlada de coisas criativas dentro daquele assunto.

    WARNING! VERY ADDICTIVE.

    Então, cumpra seus horários primeiros, mas experimente. Você vai gostar

    ResponderExcluir
  3. Eh logico que vc n eh incapaz, alias nenhuma pessoa eh.. soh precisa encontrar la dentro.. alias que post mais bem escrito, queira eu escrever assim!
    Aprender a planejar e organizar agente aprende, agora criatividade nao e isso vc tem viu? :)
    Oq me inspira? dias de cel azul tb, sunsets and sunrises, cores, estacoes do ano, sorrisos, abstratos, arvores.. nossa nao acaba ;)

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...