quinta-feira, 8 de novembro de 2012

Contos da cripta

Lily: - Mãe, quero falar com vovô. E me entrega o telefone.
Eu disco e escuto um alô imediatamente como resposta.
Eu: - Uai, mas o telefone nem tocou.
Pai: - Aqui tocou sim.
Eu: - Então tá. Tá tudo bem?
Pai: - Tá sim, mas... quem tá falando?

Nesse momento, um chiado interrompe a conversa e meus "alôs" deixam de ser respondidos. Desligo. Ou acho que desligo. Quando aperto o botãozinho vermelho, o contador mostra zero minutos, como se a ligação não tivesse sido feita. Estranho. Ligo de novo. Chama até cair. De novo, a mesma coisa. Depois da terceira vez, ligo no celular do meu pai. Chama até cair. Celular da minha mãe, mesma coisa. Volto a ligar em casa, ninguém atende. Pânico tomando conta. Ligo no ceular do meu pai de novo. Minha irmã atende, mas não me ouve. Mais tranquila, espero uns 10 minutos e ligo em casa de novo. Minha irmã atende.

Conversa vai, conversa vem, meu pai: - Acabamos de chegar de viagem.

Oi? E com quem eu falei antes? Não tem a menor possibilidade de eu ter ligado errado, usei o número gravado na agenda. Você acha que:
a. a CTBC (ou meu VoIP) cruzou as linhas - super vintage, anos 80 feel?
b. meu telefone está possuído e deve ser exorcizado?

Deixe sua resposta após o sinal.

Um comentário:

  1. Cruzes!!! Vc com certeza pegou linha cruzada pra pessoa perguntar quem tava falando. Exorcisa ele ai!!! rs

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...